Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de janeiro, 2023

ESCUMALHA.... do presidente, passando por treinador, jogadores e acabando nos adeptos

  Nicolía diz "basta" após jogo com o FC Porto:  «Há 9 anos que gritam 'assassino, mataste a tua mulher'» Jogador do Benfica denuncia insultos que recebe vai ao Dragão Arena e pede "respeito"   Carlos Nicolía fez esta quinta-feira uma publicação no Instagram a denunciar os insultos que recebe sempre que vai ao Dragão Arena. O jogador do Benfica denuncia que a situação é recorrente desde que chegou a Portugal e que "os adeptos atrás do banco de suplente (não a claque) gritam assassino, mataste a tua mulher". "ASSASSINO, MATASTE A TU MULHER" (E isto é o mais leve) Calei-me durante 9 anos e hoje digo basta! Talvez muitos não saibam a minha história, cheguei em 2014 ao Benfica com o meu filho de 3 anos com a sua mãe falecida há pouco, tive a sorte de encontrar uma grande família benfiquista que me acompanhou sempre… mas, há 9 anos, que cada vez que vou ao Dragão Caixa os adeptos atrás do banco de suplentes (não a claque) gritam AS

Corruptos que deveriam ser expulsos da profissão.

 

Tudo Bons Rapazes...

 

Justiça à Portuguesa

 

Ao pó retornarás...

Ex-ciclistas da W52-FC Porto entre 26 acusados de tráfico de substâncias e métodos proibidos   Antigo diretor desportivo Nuno Ribeiro e o 'patrão' da equipa Adriano Quintanilha também    O Ministério Público acusou 26 arguidos, incluindo vários ex-ciclistas da W52-FC Porto, o antigo diretor desportivo Nuno Ribeiro e o 'patrão' da equipa Adriano Quintanilha de tráfico de substâncias e métodos proibidos, no âmbito da operação 'Prova Limpa'.      Segundo a acusação do Ministério Público (MP), a que a agência Lusa teve hoje acesso, entre os arguidos estão João Rodrigues, Rui Vinhas, Ricardo Mestre, Samuel Caldeira, Daniel Mestre, José Neves, Joni Brandão, Ricardo Vilela, José Gonçalves e Jorge Magalhães, que são acusados do crime de tráfico de substâncias e métodos proibidos. Além destes 10 antigos ciclistas da W52-FC Porto, também vão responder pelo mesmo crime Adriano Teixeira de Sousa, conhecido como Adri