Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de abril, 2019

Pinto da Costa - O Bom, o Mau e o Vilão (REPORTAGEM RTP)

Para os que ainda não tinham nascido, ou para aqueles que teimam em defender o indefensável. Pinto da Costa é um criminoso.

O Verdadeiro Polvo

As manobras orquestradas pela direcção do FC do Porto para tentar fazer esquecer casos que já vêm muito antes do famoso caso "Apito Dourado", caso esse que não foi o primeiro, embora o mais mediático, antes desse caso, desde 1982 que se ouve e se lê sobre os "golpes" orquestrados por Pinto da Costa e os seus paus mandados, desde o caso que envolveu o Cadorin ( VER AQUI)  que ficou conhecido por QUINHENTINHOS, o caso do tráfico de marfim ( VER AQUI ) o caso de contrabando de tabaco, drogas e alcoól ( VER AQUI ), o caso não noticiado em Portugal da ligação do FC Porto ao cartel de droga de Juárez ( VER AQUI ) e mil e um casos mais que pode VER AQUI . Com mais de 200 casos respondidos no tribunal do Porto, por "coincidência" (ironia) Pinto da Costa passou incólume e intocável em todos eles, incluindo casos de violência por bater e mandar bater em mulheres algumas delas ex-companheiras e até de ameaças e violência contra ex-jogadores ( VER AQUI ). Pode VER

Bruno Paixão ameaçado de morte por adeptos do FC do Porto

Os ânimos no futebol português estão a ficar mais tensos à medida que o campeonato se aproxima do fim. O Benfica e o FC Porto lutam pelo título nacional e a arbitragem está constantemente na mira dos adeptos dos dois rivais. Prova disso mesmo são as mensagens intimidatórias que o árbitro Bruno Paixão tem recebido. O juiz setubalense, de 44 anos, tem sido regularmente ameaçado e vai apresentar queixa na polícia judiciária contra sócios e simpatizantes do FC Porto, segundo apurou o Correio da Manhã. Nas mensagens a que a CMTV teve acesso é possível ver os muitos insultos dirigidos ao árbitro. Nesta mensagem por exemplo, Vítor Oliveira refere que Bruno Paixão vai ficar "bem marcadinho" e lembra o episódio de Pedro Proença, em que foi agredido no centro comercial Colombo em 2011. Aqui Bruno Paixão é apelidado de "toupeira" e questionado sobre que quantia recebeu para beneficiar o Benfica em Santa Maria da Feira, um jogo que terminou com a vitória dos encarnad