sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

MAIOR QUE PORTUGAL

MAIOR QUE PORTUGAL 

(in "A Bola", 9/2/2017, pág. 36)
O CAMPEONATO QUE MUDOU DEPOIS DAS AMEAÇAS AOS ÁRBITROS
1. CAMPEONATO A DOIS ... CLARO!!!
"Prontos" ... como diriam os meus filhos, quando eram pequenos (e vai dizendo muita gente graúda ... por aí).
Acabou-se o "ledo engano" em que viviam os adeptos do Sporting, convencidos como andam, há anos, que ... "este ano é que é"!!!
Há tantos anos que nunca conseguiram comemorar um campeonato no Facebook, criado por Mark Zuckerberg, em ... 4 de fevereiro de 2004.
Convenhamos que é obra!
Mas - vamos ao que interessa - só os mais incautos e os mais sonhadores imaginavam possível o Clube anti Benfica de Lisboa ... tirar pontos ao Clube anti Benfica do Porto.
Tal como, no ano passado, a deslocação do Sporting ao Dragão foi um passeio – com declarações do presidente do clube do Norte a "torcer" pelo adversário contra nós – também este ano a deslocação deles ao Porto ... foi um passeio ... para o Porto.
Só tenho pena dos ingénuos que achavam que o resultado poderia ser outro.
2. CAMBÃO DESPORTIVO ...
Sabemos – por experiência própria – que uma das práticas mais nocivas que visam atacar e prejudicar os concursos públicos ou outros processos em que o interesse coletivo deve ser defendido ... é o cambão (associação de indivíduos que se conluiam para comprar objectos nos leilões a baixo preço).
Ora, não estando aqui em causa o interesse público, a declaração do treinador do Sporting, antes da ida ao Dragão, que já não tinha hipótese de lutar pelo título foi um prenuncio desse abdicar de lutar por um resultado que o pudesse relançar na luta pelo título.
Eu sei que a primeira parte do Sporting no jogo de sábado não foi culpa de quem, quando ganham ou surpreendem a jogar bem, ... faz a diferença!
Não, não foi dele!
Foi do guião do Palhinha, ... e dos 3 (ou 4, se também contarmos com o guarda redes) homens que não conseguiram segurar Soares, ... e do árbitro que não marcou a falta que precedeu o segundo golo dos "outros", ... e da formação (nela incluindo quem tem já mais de dez anos de primeira liga), ... e de tudo ... menos dele!
Como também a recuperação na segunda parte não chegou para empatar ... por causa ... do guarda redes adversário.
Mas, ainda assim, cumpriu-se o retribuir das facilidades do ano passado, invertendo-se, agora, os papéis.
Ou seja, desiste quem vai atrás e continua a perseguir o Benfica quem tem mais hipóteses de impedir a nossa vitória!
3. ... OU O PRINCÍPIO DA SUBSIDIARIEDADE APLICADO AO COMBATE AO BENFICA
Ou, numa versão de aplicação dos princípios invocados no Tratado da União Europeia, a consagração, no futebol, do princípio da subsidiariedade.
Tal como este princípio (aliado ao da proporcionalidade) visa proteger a capacidade de decisão de ... quem está mais próximo (numa versão livre e popular do enunciado), também Porto e Sporting tem vindo a praticar a ideia que ganha o jogo decisivo entre eles quem tiver mais hipóteses de impedir o Benfica de ser Campeão!
E isso acontece porque sendo a maior preocupação de cada um deles evitar o nosso "tetra" (como o era, o ano passado, evitar o nosso "tri"), o subconsciente, de quem não tem hipóteses, determina o abdicar, na pratica, de lutar contra ... quem, de entre eles, vai mais perto do Benfica.
4. O JOGO QUE FALTA AO SPORTING PARA ACABAR A ÉPOCA
Pobres sportinguistas!
Até chego a ter pena deles.
Porque, a partir de agora, e embora a nós, nos faltem, em teoria (espero que na prática, também) 20 jogos (14+3+7) para acabar a época, a eles faltam 14 ...
Ou melhor, falta 1.
O que vão jogar contra nós, porque esse é o único que querem ganhar.
De facto ... ao que chegaram.
E para isso ... pagam oito milhões/ano a um treinador.
Pobre Sporting!!!
5. AGORA NÓS
Ficou célebre uma frase do meu grande amigo Pedro Santana Lopes (então Presidente do Sporting), num Congresso do PSD – o de Vila da Feira, se não me falha a memória – quando, numa das suas mais famosas intervenções, já esta ia longa, se virou para o então líder do Partido e, hoje, Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa e lhe disse, em jeito de desafio ... "Agora nós ..."!!!
Pois, passado o folclore de quem se anunciou candidato ao título e gastou o que tinha e não tinha, não percebendo que os segundos anos da "criatura" são dramáticos ..., ficamos na companhia de quem eu sempre disse que ficaríamos.
Ou seja, uma disputa a dois com quem já não ganha ... há três!
6. O CAMPEONATO QUE MUDOU DEPOIS DAS AMEAÇAS AOS ÁRBITROS
As ameaças e o medo de quem as sofreu, ... o medo, sempre o medo, foi a arma de que se serviram os adeptos do Porto para inverterem no campo o que a equipa deles não conseguia nos relvados.
Desdobrava-se o presidente deles em declarações de incentivo, de retoma dos caminhos de vitória passadas e nada ...
A equipa engasgava-se e não pontuava em pleno ...
Os desenhos do mister não convenciam ninguém ...
Pois, então, como não podiam perseguir – dentro de campo – os árbitros, a tempo de produzir efeitos para a época em curso ... nada melhor que apanhá-los todos juntos e deixar uma ameaça coletiva ...
Resultados?
A equipa passou a ganhar!
Tudo!
Onde havia penalties escandalosos contra, passaram a deixar seguir ...
E onde havia simulações escandalosas que obrigariam a penalizar quem as fazia, passamos a ter penalties que abrem as portas a vitórias ou as consolidam.
Por muito que lhe custe ouvir – a verdade pode doer – eis os “artistas" do Apito Dourado a tentar fazer valer a sua ... experiência.
Desta vez com o silêncio conivente da (no que a este campeonato diz respeito e no que releva para os anais do ódio ao Benfica) sua "filial do Sul"!!!
E não haverá como alguém nos vir dizer em que ponto estão as averiguações sobre essa infame invasão dos treinos dos árbitros, sobre a sua mais que conhecida autoria, sobre quem deverá recair a respetiva autoria moral, sobre a forma como pensam castigar todos os seus autores?
Ou será que o crime compensa e o prejuízo sucessivo do Benfica, em todos os jogos desde essa invasão, é a única consequência dessa forma original de fazer com que a glória dos tempos do Apito Dourado volte a quem anda a fazer por isso???
7. E NO BENFICA? TODOS JUNTOS!
E no Benfica?
No Benfica, todos seremos poucos para apontar os benefícios de quem, agora, reclama dependerem só deles para serem campeões.
Só deles e das ameaças aos árbitros, … diremos nós!
Mas esquecem-se que só ganharão se mantivermos a passividade dos últimos tempos.
Deixemos de ocupar o nosso tempo com os amigos deles … daqui de baixo!
Assumindo conscientemente o combate a uma anunciada repetição do Apito Dourado …
Porque, nesse “combate” sem tréguas, ninguém nos vai ajudar.
Entre “uns” e “outros”, junta-se a fome com a vontade de comer.
No ano passado, foram os elogios ao treinador …
Este ano, estarão para breve as declarações elogiosas a quem, agora, os derrotou!
Já o sabemos, e por isso não estranharemos quando tal se verificar.
Mas, … avisados, valeremos por 2,
Lá dentro, serão 11 contra 11.
Cá fora, nós seremos mais do dobro deles … juntos.
E essa diferença … como lhe dói!
Porque ela, … fará … a diferença!!!
Todos juntos …
VAMOS A ISTO, BENFICA!!!
FONTE: Rui Gomes da Silva

Sem comentários:

Enviar um comentário