Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

DESTAQUE

HISTORIAL DA CORRUPÇÃO DO FCP

  1928 Urgel Horta é o presidente do Futebol Clube do Porto em 1928/1929, algo que viria a repetir em 1951/1954. Março, 13 Urgel Horta faz uso da sua autoridade e eleva o FC Porto a Instituição de Utilidade Pública, passando a usufruir de todos os benefícios daí inerentes. | Ler mais 1938 Ângelo César Machado, um dos «braços intelectuais» que puxa Salazar para a Presidência do Conselho, sobretudo através de seus artigos no Diário da Manhã , sobe a Presidente do FC Porto, acumulando assim o cargo de Presidente de FC Porto e Deputado, deputado que continuará a ser até 1945. | Ler mais 1939 Abril, 23 Em jogo da última jornada da época 38/39 o Benfica visita o FC Porto e a vitória de um ou de outro decide o título de campeão. A polémica começa logo com o FC Porto, habituado a jogar no Estádio do Lima, a transferir o jogo para o Campo da Constituição para maior conforto do público, o que desagradou ao Benfica. E no jog

Mensagens mais recentes

"Cosa Nostra"

Enquanto isso Rui Costa anda aos abraços ao maior criminoso no activo há 40 anos

Porque não premiar quem tanto prejudica o Benfica?

O Benfica está nas mãos do maior criminoso de Portugal

"Apedrejamentos, guarda Abel e cartazes da Salgado desculpáveis pela saloiice"

O Mistério da morte de Mesquita Alves

A máfia do futebol português "não dorme"

Frase Sábia

Enquanto a quadrilha se mantiver...

As Sanguessugas não largam o Benfica

Crime Vs Crime contra a máfia do Futebol

Luís Filipe Vieira suspeito de receber milhões em 55 transferências de jogadores do SL Benfica

Cartão Vermelho: as conversas secretas de Luís Filipe Vieira

Alguém ainda acredita na justiça em Portugal?

Andamos a avisar desde 2001...

A verdadeira máfia do futebol

Ministério Público investiga FC Porto por influência de terceiros em resultados desportivos

A sério? Só agora é que sabem? Nós já sabemos desde 1982

Tudo... Bons Amigos.... e Isto é o Futebol Português

Terão sempre a fama que desejam

Pinto da Costa e Jorge Mendes acusados de montar esquema para desviar dinheiro de transferência